Arquivo do mês: fevereiro 2013

Palavras de Passarinho

Do latim vita, vida é um conceito que herda a complexidade do fenômeno ao qual se refere: difícil de se definir, difícil mesmo de se determinar seus contornos suficientes e necessários. Seguindo as definições clássicas (de movimento, metabolismo e interação … Continuar lendo

Publicado em (... LITURAS PRÓPRIAS ...), Belas Artes, Literatura | Marcado com , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

O Psicanalista e a Consciência Social

“Ser psicanalista é simplesmente abrir os olhos para essa evidência de que não há nada mais desbaratado que a realidade humana. Se vocês creem ter um eu bem adaptado, razoável, que sabe navegar, reconhecer o que tem de ser feito … Continuar lendo

Publicado em Amor, Ódio e Ignorância, Psicanálise | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

A Flor e a Náusea (por Drummond)

Uma amiga me surpreende com a imagem de uma orquídea que, serelepe, ousou nascer em sua varanda. Varanda de metrópole com barulho, poluição e um cogumelo atômico prestes a explodir a qualquer segundo. Me recordei de um antigo poema de … Continuar lendo

Publicado em (... LITURAS PRÓPRIAS ...), Poesia, Vida na Polis | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Poema de Natal (por Vinícius de Moraes)

“Para isso fomos feitos: Para lembrar e ser lembrados Para chorar e fazer chorar Para enterrar os nossos mortos — Por isso temos braços longos para os adeuses Mãos para colher o que foi dado Dedos para cavar a terra. … Continuar lendo

Publicado em Poesia | Marcado com , , , , | 1 Comentário

Poema Enjoadinho (por Vinícius de Moraes)

“Filhos… Filhos? Melhor não tê-los! Mas se não os temos Como sabê-lo? Se não os temos Que de consulta Quanto silêncio Como os queremos! Banho de mar Diz que é um porrete… Cônjuge voa Transpõe o espaço Engole água Fica … Continuar lendo

Publicado em Literatura, Tempo | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Tempo de Carnaval, Restos de Cronos

Herdamos dos gregos (na leitura que deles fizeram os filósofos do medievo) a noção que guardamos de tempo e seus atributos necessariamente quantificáveis, métricos, mensuráveis. No dia-após-dia, residência do tédio conforme o Rei Macbeth, o tempo transcorre como coisa material … Continuar lendo

Publicado em (... LITURAS PRÓPRIAS ...), Passagem das Horas, Procura da Poesia, Psicanálise, Satiricômico, Tempo | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

A Estranha Poesia de Vinícius de Moraes

É de Petrarca, o grande italiano, a autoria do modelo cadencial a que chamamos soneto italiano: composição estruturada por 14 versos, distribuídos em 2 quadras seguidas imediatamente por 2 tercetos que assim se mantém desde o século XIV. Os modelos … Continuar lendo

Publicado em (... LITURAS PRÓPRIAS ...), Amor, Ódio e Ignorância, Ec-sistire, Música, Poesia | Marcado com , , , , , , , , | Deixe um comentário