Vinte Anos sem Fellini (por Arnaldo Jabor)

Na mesma folha de jornal em que leio o artigo que compartilho a seguir (um artigo que eu próprio gostaria de ter escrito) vejo também um festival temático de cinema messiânico: cinema como estopim de uma engenharia social, cinema transformação, cinema de salvação do mundo pela incorporação de causas na sétima arte. Eis aí o…

Uma passagem para nada

Após outras tentativas de circulação entre os meios culturais de Recife, cidade em evidência por ser um caldeirão ativo onde borbulham novidades musicais e cinematográficas a todo instante, retorno da jornada novamente frustrado com a nulidade estética de festivais e turnês que, em que pese sua incapacidade de tocar a obra, a poiesis, uma mínima…

A Montanha dos Sete Abutres

“Disseram que o filme foi um fracasso, porque a esposa se revela como um monstro frio – nenhuma mulher convidaria o marido para ver esse filme. Acredito mais numa outra razão para o fracasso, a de que o verdadeiro canalha não seja nem Kirk Douglas no papel do repórter, nem Jan Sterling no papel da…

O RomanSOMnho do Escricantor

Há 89 anos Tim Finnegans caía. Hoje, quase 90 anos depois, continuamos a ouvir seu corpo rolar pela escada: “The fall (bababadalgharaghtakamminarronnkonnbronntonner-ronntuonnthunntrovarrhounawnskawntoohoohoordenenthurnuk!)” nos reunimos no último e a cada 16 de junho, para apreciar a melodia da sua queda. James Joyce não fala somente sobre a queda, ele nos derruba, ele nos faz cair, já na…

Revisitando Gainsbourg

(…) O filme é tecnicamente perfeito e extremamente oportuno para o triste momento em que vivemos enquanto espécie. Refletir sobre Serge e os imperativos morais que impedem a apreciação de sua obra traça uma triste imagem de nosso caricato momento. Pensar que artistas como Serge Gainsbourg e Vinicius de Moraes, donos de duas obras lisérgicas…

O Herói Sujo

A echarpe e o chapéu coco seriam insuficientes, mas eram todo o arsenal de que Olia Ginsburg dispunha para lutar contra o inverno parisiense que naquele ano havia reinado rigoroso pelos domínios gauleses. Com estes atravessara a cidade em direção a um prédio abandonado em Pigalle, quartier do baixo meretrício, movida pelo resoluto intuito de…

Cinema (por Ascenso Ferreira)

  “-Mas D. Nina, aquilo que é o tal de cinema? O homem saiu atrás da moça, pega aqui, pega acolá, pega aqui, pega acolá, até que pégou-la. Pegou-la e sustentou-la! Danou-lhe um beijo, danou-lhe um beijo!… Depois entram pra dentro dum quarto! Fêz-se aquela escuridão e só se via o lençol bulindo… ……………………………………. -Me…

Futebol dos Filósofos

Do fundo do baú do genial grupo inglês Monty Python vem essa esquete que expressa maravilhosamente o que aqui já se disse sobre o Satiricômico. Demonstra também que a bola, como já disse um jornalista, corre mais que os homens, mais que todos os homens.

O Poeta do Castelo

“O Poeta do Castelo” (1959) é um documentário de Joaquim Pedro de Andrade. Com elenco, poesia e narração de Manuel Bandeira, somos convidados a intimamente adentrar no castelo do poeta. Como expectadores silenciosos testemunhamos o decurso de um dia transcorrido em meio a acontecimentos gestos banais e corriqueiros de sua rotina diária: o café da…

Cinema e Literatura

Episódio do programa Entrelinhas da TV Cultura onde é analisada a obra do diretor de Macunaíma, Joaquim Pedro de Andrade, que tem uma filmografia com obras baseadas em textos de Oswald de Andrade, Manuel Bandeira e Carlos Drummond de Andrade além do próprio Mário de Andrade. Fonte: http://www.tvcultura.com.br/entrelinhas

Zorba: vida, morte e liberdade

Ontem, em conversa breve de corredor, uma alma generosa de fala macia tentou me consolar falando sobre o alívio que é terminar o mestrado. Posteriormente, digerindo seu convite à paciência, me recordei de uma leitura antiga que gravou na minha mente o que seria a imagem perfeita da liberdade. O fragmento é de “Zorba, o…