Arquivo do mês: outubro 2012

Aniversário de um poeta, biografia de um poema

Em 1930, custeado com economias próprias, Drummond publica seu romance de saída: Alguma Poesia. Nele, o 15º seria o poema de maior fortuna crítica da literatura de nosso país: o plurihermenêutico “No meio do caminho“. Na iminência do quadragésimo aniversário … Continuar lendo

Publicado em (... LITURAS PRÓPRIAS ...), Amor, Ódio e Ignorância, Poesia | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário

Toada do Amor (por Carlos Drummond de Andrade)

“Toada do Amor E o amor sempre nessa toada! briga perdoa perdoa briga. Não se deve xingar a vida, a gente vive, depois esquece. Só o amor volta para brigar, para perdoar, amor cachorro bandido trem. Mas, se não fosse … Continuar lendo

Publicado em Amor, Ódio e Ignorância | Marcado com , , , , | 2 Comentários