Arquivo da tag: Literatura

Saramago e a Irrelevância da Literatura (por Fernando da Mota Lima)

“Apesar da idade e da doença, José Saramago continua ativo. Vem agora ao Brasil lançar seu novo romance, que é apenas um pretexto para que se pronuncie sobre questões políticas e inquietações humanas que seus leitores não têm idéia de … Continuar lendo

Publicado em Belas Artes, Crônicas, Mundo, vasto mundo..., Vida na Polis | Marcado com , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

O Amor e as Abelhas

“Com as coisas podemos comportar-nos sem amor: podemos cortar árvores, fazer tijolos, forjar aço sem amor; mas com seres humanos não podemos comportar-nos sem amor, assim como não podemos lidar sem precaução com as abelhas” (Ressurreição – Liev Tolstói)

Publicado em Amor, Ódio e Ignorância | Marcado com , , , | Deixe um comentário

A Criança-poeta de Freud e o Elefante de Carlos Drummond

Em um belo texto de belíssimo nome (Escritores Criativos e Devaneios), Sigmund Freud trata com rigor e originalidade a questão do manancial de onde brotam as águas da poesia concluindo, não sem uma emocionante argumentação, que “afinal, os próprios escritores … Continuar lendo

Publicado em (... LITURAS PRÓPRIAS ...), Literatura, Poesia | Marcado com , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Convite para Debate: A Poética da Criação

Imagem | Publicado em por | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

Pastelaria (por Mário Cesariny)

Em homenagem à vida, esse imenso pastelão azedo, uma bela gargalhada em forma de poesia. PASTELARIA (por Mário Cesariny) “Afinal o que importa não é a literatura nem a crítica de arte nem a câmara escura Afinal o que importa … Continuar lendo

Publicado em (... LITURAS PRÓPRIAS ...), Amor, Ódio e Ignorância, Ec-sistire, Fraternidade, Mundo, vasto mundo..., Poesia, Vida na Polis | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário

Aos amigos da Psicanálise

Publicado em (... LITURAS PRÓPRIAS ...), Literatura, Poesia, Psicanálise, Vida na Polis | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Vinte e cinco anos depois, vinte e cinco vivas a “Os Mortos”

Os Vivos e os Mortos (The Dead, 1987) é um filme extraordinário de um diretor excepcional. Foi dirigido pelo americano John Huston, nascido na pacata Nevada de 1906, há exatos 25 anos, tendo envelhecido muito bem (ambos, aliás, criatura e … Continuar lendo

Publicado em (... LITURAS PRÓPRIAS ...) | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário