Frases de Dezembro (por Antônio Maria)

“Dezembro é o mês de uma infinidade de frases, que se repetem em todos os anos, sempre as mesmas. Vamos lembrar algumas, que estão sendo ditas, desde o dia 1º.: “O ano passou num abrir e fechar de olhos” “Você reparou quanta gente conhecida morreu este ano?” “E todas quando a gente menos esperava” “Eu…

Natal com Maria (3)

FRASES DE DEZEMBRO (por Antônio Maria) “Dezembro é o mês de uma infinidade de frases, que se repetem em todos os anos, sempre as mesmas. Vamos lembrar algumas, que estão sendo ditas, desde o dia 1º: “O ano passou num abrir e fechar de olhos” “Você reparou quanta gente conhecida morreu este ano?” “E todas…

Café com Leite (por Antônio Maria)

“É preciso amar, sabe? Ter-se uma mulher a quem se chegue, como o barco fatigado à sua enseada de retorno. O corpo lasso e confortável, de noite pede um cais. A mulher a quem se chega, exausto e, com a força do cansaço, dá-se o espiritualíssimo amor do corpo. Como deve ser triste a vida…

Considerações Sobre o Sono (por Antônio Maria)

“A pessoa que dorme está inteiramente só. *** Quando o homem dorme, o seu rosto se desmarca de todas as tramas e de todos os desgostos. *** Nada enternece mais uma mulher que o rosto do amante, dormindo. *** Ela se debruça sobre a face do amado e descobre que eram simples palavras todas as…

Natal com Maria (2)

Cronista, em qualquer éter onde teu entendimento lúcido e sofrido esteja receba esta infeliz notícia… o Natal e o teu Recife continuam barulhentos, disformes, incoerentes com a poesia que se desprende de suas pontes, rios e praças. Fragmento de CARNAVAL ANTIGO (por Antônio Maria) “No Recife, o Carnaval começava no Natal. Ou melhor, não havia…

Natal com Maria (1)

Fragmento de CANÇÃO DE FIM DE ANO (por Antônio Maria) (…) “Sou o homem real, que sua, que mente, que disfarça, que teme, que inveja e cobiça. Tive e tenho os meus momentos de suicida. Não gosto que me conheçam aquém e além de um homem constantemente exposto ao erro e ao crime. É dever…