Luto

Em um dia triste para os homens de Espírito lamentamos a perda de Abu. Em conversa com um amigo querido com quem partilhei a dor do luto, imaginamos o próprio Shakespeare, patrono da arte na qual era mestre, conduzindo-o pela mão até o céu onde por ele esperavam Cervantes e Milton. Obrigado Abu. Sua postura cheia de potência em um mundo de um pensamento molenga gerou seus efeitos. Meu abraço de gratidão ao amigo próximo de íntimo convívio… que nunca conheci.

1 comentário Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s