Arquivo da tag: Família

Dia dos Pais com Drummond

VIAGEM NA FAMÍLIA (Escrito e Narrado por Carlos Drummond de Andrade) “No deserto de Itabira a sombra de meu pai tomou-me pela mão. Tanto tempo perdido. Porém nada dizia. Não era dia nem noite. Suspiro? Vôo de pássaro? Porém nada … Continuar lendo

Publicado em Amor, Ódio e Ignorância, Ec-sistire, Mundo, vasto mundo..., Passagem das Horas, Procura da Poesia, Sertão, Tempo | Marcado com , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Plebiscito (conto de Arthur de Azevedo)

“A cena passa-se em 1890. A família está toda reunida na sala de jantar. O senhor Rodrigues palita os dentes, repimpado numa cadeira de balanço. Acabou de comer como um abade. Dona Bernardina, sua esposa, está muito entretida a limpar … Continuar lendo

Publicado em Amor, Ódio e Ignorância, Vida na Polis | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Poesia, Conforto, Família

Eis que minha família aumenta. Com os olhos iluminados de menino que encontra um brinquedo, descobri um novo poeta. Fagundes Varela, o “solitário imperfeito” no epíteto dado por Drummond, me chegou por meio de um texto do próprio Carlos em … Continuar lendo

Publicado em (... LITURAS PRÓPRIAS ...), Amor, Ódio e Ignorância, Poesia | Marcado com , , , , , , | 1 Comentário

Paidos Agogé

  “O filho que não fiz hoje seria homem, ele corre na brisa sem carne e sem nome”, diz Drummond em “Ser”. Em verdade o filho ao qual faz referência, o tal “que viveu meia hora”, foi feito e desfeito … Continuar lendo

Publicado em (... LITURAS PRÓPRIAS ...), Amor, Ódio e Ignorância, Diário, Ec-sistire, Mundo, vasto mundo..., Psicanálise | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

E não gostavas de festa…

“Teu olho cansado fitava-nos alma adentro (…) e via essa lama podre (…) sabendo que toda carne aspira a sua degradação. (…) E o desejo muito simples de pedir à mãe que cosa, mais do que nossa camisa, nossa alma … Continuar lendo

Publicado em (... LITURAS PRÓPRIAS ...), Literatura, Mundo, vasto mundo..., Poesia | Marcado com , , , , , | 3 Comentários