Marx, Freud e Nietzsche: revolução ou subversão

“Mon devoir est de parler, je ne veux pas être complice.” (Émile Zola) “Meu dever é falar, não quero ser cúmplice.” (…) (Émile Zola) Não são poucas as passagens onde Freud e Lacan apontam o fundo homicida por trás dos messianismos políticos, hipótese que o século XX atesta assinando com o sangue de milhões de civis….

O Desejo Pego Pelo Rabo

A foto abaixo foi feita no dia 06/06/44 durante a reunião preparada para a primeira leitura dramática da peça “Désir attrapé par la queue” escrita três anos antes por Pablo Picasso. Na ocasião estavam presentes os principais formadores do espírito cultural de Paris, capturados pelas lentes do fotógrafo Gyula Halasz, o húngaro Brassai que, por…

Psicanálise no Ar

Há exatos 75 anos, a BBC de Londres transmitia Freud para o mundo. Refugiado na Inglaterra dos horrores da guerra que assolavam o mundo pela da causa alemã, Freud anunciou em ondas curtas uma breve síntese do que até ali tinha sido sua produtiva vida e agenial descoberta de um método para perscrutar nosso Inconsciente:…

O Dia da Criação e a Diferença Sexual

Em nossa primeira infância somos surpreendidos pelo que Freud chamava de penisneid, ou seja, a simbolização da diferença corporal entre menino e menina ou, trocando em miúdos, a incorporação psíquica do que no real da carne surge como não coincidente entre as duas possíveis modalidades de corpo. Os corpos de homens e mulheres não são…

O Psicanalista e a Consciência Social

“Ser psicanalista é simplesmente abrir os olhos para essa evidência de que não há nada mais desbaratado que a realidade humana. Se vocês creem ter um eu bem adaptado, razoável, que sabe navegar, reconhecer o que tem de ser feito e o que não tem de ser feito, levar em conta as realidades, não resta…

Tempo de Carnaval, Restos de Cronos

Herdamos dos gregos (na leitura que deles fizeram os filósofos do medievo) a noção que guardamos de tempo e seus atributos necessariamente quantificáveis, métricos, mensuráveis. No dia-após-dia, residência do tédio conforme o Rei Macbeth, o tempo transcorre como coisa material que se perde e se gasta, imagem cuja metáfora primordial é uma ampulheta com seus…

Convite e Agradecimentos

Em tudo o que se pretende arte (ser ou ao menos a ela referir-se) encontramos aventura imprevisível. De todo ofício impossível (analisar, educar, governar… dissertar) não se pode prever senão os começos: como numa enigmática partida de Xadrez em que o desconhecimento do seu termo não elide a necessidade de rigor estratégico para um bom…

O Refúgio da Cultura (por Éric Laurent)

Os vídeos abaixo foram publicados no site do VIII Congresso da Associação Mundial de Psicanálise (AMP), da qual o Psicanalista Éric Laurent é atual delegado e ex-presidente. Os vídeos, embora publicados no YouTube, são de exibição privada somente para quem tem os links, já que os mesmos não aparecem nas consultas ou em canais. Para…

aMuro

  “Entre l’homme et la femme, Il y a l’amour. Entre l’homme et l’amour, Il y a un monde. Entre l’homme et le monde, Il y a un mur.” (Versão de Jacques Lacan, encontrada no seminário “O Saber do Psicanalista”, para o poema de Antoine Tudal. Lacan aperfeiçoa a fórmula e aprofunda o enigma permutando…