A Revolução dos Idiotas (por Nelson Rodrigues)

“As épocas são mais inteligentes ou menos inteligentes. Mais sóbrias ou menos nobres, românticas ou cínicas, perversas ou heróicas, etc. etc. Nos coube por fatalidade uma das épocas débeis mentais e das mais espantosas da história. Há uma debilidade mental difusa, volatizada, atmosférica. Nós a respiramos. Isso aqui e em todos os idiomas. É um fenômeno internacional tão nítido, tão profundo, que não cabe nenhuma dúvida, não cabe nenhum sofisma. E acontece, então, esta coisa nunca vista: Todos agem e reagem como imbecis. Não que o sejam, absolutamente. Muitos são inteligentes, sábios, clarividentes; e tem um nobilíssimo caráter, e uma fina sensibilidade, e uma alma de superior qualidade. Mas num mundo de débeis mentais, temos de imitá-los. Não sei se me entendem. Mas para viver, para sobreviver, para coexistir com os demais, o sujeito precisa ir ao fundo do quintal e lá enterrar todo o seu íntimo tesouro.”



Anúncios

Sobre Pedro Gabriel

www.lituraterre.com
Esse post foi publicado em Crônicas, Mundo, vasto mundo... e marcado , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para A Revolução dos Idiotas (por Nelson Rodrigues)

  1. jamila disse:

    Existe um comentário sobre a Proclamação da República de Aristides Lobo que é o seguinte: “O povo assistiu aquilo bestializado, atônito, surpreso, sem conhecer o que significava. Muitos acreditavam sinceramente estar vendo uma parada.” Historicamente no Brasil o lado idiota é exacerbado. Penso que não é culpa da colonização, tampouco, da Ditadura Militar, pois outros povos vivenciaram episódios históricos semelhantes e não carregam o estigma da idiotice. Nós não conhecemos e não valorizamos a história do país, não desenvolvemos a tão famigerada consciência de classe, não realizamos análises críticas acerca de problemas cotidianos e no final de semana tem futebol,músicas bobinhas para festejar e assim livramo-nos de pensar.
    Desejaria que isso não fosse verdade, mas infelizmente é. Por um dia desejaria conviver com pessoas que se importassem com algo mais que as aparências, seres desejosos de passear pelo centro do Recife e olhar de verdade os monumentos históricos, museus, livrarias, pessoas e refletir…..

    • Pedro Gabriel disse:

      Jamila, os idiotas sempre foram maioria. Infelizmente, o lado negro da Internet é que ela dá voz a esses idiotas tolos. A vida é massificada e comercializada e isso é um tormento impensável para os de coração mais sensível. Entretanto havemos de encontrar nossa capacidade de resistir, de não nos perdermos na massa disforme e construirmos nosso caminho e nossa travessia. A Internet que divulga bobagens também nos aproximou. Sorvamos isso, então.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s