Marx, Freud e Nietzsche: revolução ou subversão

“Mon devoir est de parler, je ne veux pas être complice.” (Émile Zola) “Meu dever é falar, não quero ser cúmplice.” (…) (Émile Zola) Não são poucas as passagens onde Freud e Lacan apontam o fundo homicida por trás dos messianismos políticos, hipótese que o século XX atesta assinando com o sangue de milhões de civis….

Reflexões de Esperança para o Natal

“Todos os que estão na praça regurgitam a ideia de um além do homem. Todos querem ser o ultimo homem. (…) Que é amor? Que é criação? Que é nostalgia? Que é estrela? – Assim pergunta o último homem e pisca os olhos. A terra se tornou pequena então, e sobre ela saltita o último…

Zaratustra

“E Zaratustra parou e pensou. Finalmente, disse, entristecido: ‘TUDO ficou menor!’. Em todos os lugares, vejo portões mais baixos: quem é do MEU porte provavelmente ainda consegue passar, mas – terá de se curvar!… Ando por entre esse povo mantendo os olhos abertos: eles se tornaram menores e ficam cada vez menores: – NISSO, CONTUDO,…

O Dia da Criação e a Diferença Sexual

Em nossa primeira infância somos surpreendidos pelo que Freud chamava de penisneid, ou seja, a simbolização da diferença corporal entre menino e menina ou, trocando em miúdos, a incorporação psíquica do que no real da carne surge como não coincidente entre as duas possíveis modalidades de corpo. Os corpos de homens e mulheres não são…

O Silêncio dos Espíritos

Não à toa o Rei Macbeth ao expressar o seu enfado da vida e o desprezo pelo Tempo caracteriza o que vê como um teatro de palhaços agonizantes cheio de “sound and fury”. Som e fúria. Outras duas palavras quaisquer não descreveriam melhor este tempo confuso e turbulento ao qual nos toca atravessar. Na contramarcha…

Carta a Meu Filho (por Erich Kästner e Drummond)

“Afinal, eu quisera ter um filho Forte e inteligente como essas crianças de hoje. Só uma coisa me falta para esse menino. Falta-lhe apenas a mãe. Não é qualquer moça que serve para esse fim. Há longos anos eu a estou procurando. A felicidade é mais rara que os feriados, E tua mãe nada sabe…

Heidegger por Abujamra e Bacic

“Quando a tecnologia e o dinheiro tiverem conquistado o mundo; quando qualquer acontecimento em qualquer lugar e a qualquer tempo se tiver tornado acessível com rapidez; quando se puder assistir em tempo real a um atentado no ocidente e a um concerto sinfônico no oriente; quando tempo significar apenas rapidez online; quando o tempo, como…

Profundamente

Como Drummond sou Fazendeiro de Ar. Meu roçado é de palavras, meu gado de ilusão (que foge continuamente na forma de amarga desilusão, verdadeiro e natural sentimento do mundo). Recolhido em minha campânula de vidro sigo meus dias protegido desse mundo ruidoso. Mas conforme meu poeta-patrono de tudo fica um pouco e esse mundo que…

Futebol dos Filósofos

Do fundo do baú do genial grupo inglês Monty Python vem essa esquete que expressa maravilhosamente o que aqui já se disse sobre o Satiricômico. Demonstra também que a bola, como já disse um jornalista, corre mais que os homens, mais que todos os homens.