Arquivo do mês: setembro 2010

Caso Pluvioso (por Drummond)

“A chuva me irritava. Até que um dia descobri que Maria é que chovia. A chuva era Maria. E cada pingo de Maria ensopava o meu domingo. E meus ossos molhando, me deixava como terra que a chuva lavra e … Continuar lendo

Publicado em Amor, Ódio e Ignorância, Belas Artes, Literatura | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Paisagens do Sertão de Rosa

Sertão é isso: o senhor empurra para trás, mas de repente ele volta a rodear o senhor dos lados. O que é de paz, cresce por si: de ouvir boi berrando à forra, me vinha idéia de tudo só ser … Continuar lendo

Publicado em Amor, Ódio e Ignorância, Belas Artes | Marcado com , , , , , , , , | Deixe um comentário

Poema da Necessidade (por Drummond)

“É preciso casar João, é preciso suportar Antônio, é preciso odiar Melquíades é preciso substituir nós todos. É preciso salvar o país, é preciso crer em Deus, é preciso pagar as dívidas, é preciso comprar um rádio, é preciso esquecer … Continuar lendo

Publicado em Literatura, Passagem das Horas, Poesia | Marcado com , , , | 6 Comentários

Por Você Por Mim – Fragmento (por Ferreira Gullar)

“A noite, a noite, que se passa? diz que se passa, esta serpente vasta em convulsão, esta pantera lilás, de carne lilás, a noite, esta usina no ventre da floresta, no vale, sob os lençóis de lama e acetileno, a … Continuar lendo

Publicado em Ec-sistire, Passagem das Horas | Marcado com , , , | 2 Comentários

O Eterno Retorno

“E se um dia ou uma noite um demônio se esgueirasse em tua mais solitária solidão e te dissesse: ‘Esta vida, assim como tu a vives agora e como a viveste, terás de vivê-la ainda uma vez e ainda inúmeras … Continuar lendo

Publicado em Ec-sistire, Filosofia | Marcado com , , | Deixe um comentário

Consolo na Praia (por Drummond)

  “Vamos, não chores. A infância está perdida. A mocidade está perdida. Mas a vida não se perdeu. O primeiro amor passou. O segundo amor passou. O terceiro amor passou. Mas o coração continua. Perdeste o melhor amigo. Não tentaste … Continuar lendo

Publicado em Amor, Ódio e Ignorância, Mundo, vasto mundo..., Procura da Poesia | Marcado com , , , | 4 Comentários

Mais de Médico que de Doença #1 (por Quino)

Publicado em Satiricômico, Tiras | Marcado com , | Deixe um comentário