Arquivo do mês: julho 2013

Futebol, rasteiras e política (por Graciliano Ramos)

Pensa-se em introduzir o futebol, nesta terra. É uma lembrança que, certamente, será bem recebida pelo público, que, de ordinário, adora as novidades. Vai ser, por algum tempo, a mania, a maluqueira, a idéia fixa de muita gente. Com exceção … Continuar lendo

Publicado em Amor, Ódio e Ignorância, Crônicas, Ec-sistire, Literatura, Mundo, vasto mundo... | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

Infância do Velho Graça

“A primeira coisa que guardei na memória foi um vaso de louça vidrada, cheio de pitombas, escondido atrás de uma porta. Ignoro onde o vi, quando o vi, e se uma parte do caso remoto não desaguasse noutro posterior, julgá-lo-ia … Continuar lendo

Publicado em Literatura | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

A Criança-poeta de Freud e o Elefante de Carlos Drummond

Em um belo texto de belíssimo nome (Escritores Criativos e Devaneios), Sigmund Freud trata com rigor e originalidade a questão do manancial de onde brotam as águas da poesia concluindo, não sem uma emocionante argumentação, que “afinal, os próprios escritores … Continuar lendo

Publicado em (... LITURAS PRÓPRIAS ...), Literatura, Poesia | Marcado com , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Graciliano Ramos no IMS

O Instituto Moreira Salles nos presenteia com a narração de preciosos fragmentos de Graciliano Ramos que empapam nossa alma dos recônditos ensolarados do Sertão Graciliano. O Sertão é o mundo e para nossa literatura representa o mesmo que o Mar … Continuar lendo

Publicado em (... LITURAS PRÓPRIAS ...), Literatura, Mundo, vasto mundo..., Sertão | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

Pequeno Dicionário Revisado da Contemporaneidade

OTIMISTA o.ti.mis.ta sm (ótimo+ismo). Adjetivo de dois gêneros relativo a otimismo. Diz-se da disposição moral ou espiritual daqueles que não lêem jornais. Var: optimista. Etimologia ótimo + -ista; f.hist. Desde o surgimento da prensa de Gutemberg em 1439, optimista está … Continuar lendo

Publicado em (... LITURAS PRÓPRIAS ...), Mundo, vasto mundo..., Satiricômico | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

Plebiscito (conto de Arthur de Azevedo)

“A cena passa-se em 1890. A família está toda reunida na sala de jantar. O senhor Rodrigues palita os dentes, repimpado numa cadeira de balanço. Acabou de comer como um abade. Dona Bernardina, sua esposa, está muito entretida a limpar … Continuar lendo

Publicado em Amor, Ódio e Ignorância, Vida na Polis | Marcado com , , , , | Deixe um comentário