O Herói Sujo

Serge Gainsbourg, por Pastis

A echarpe e o chapéu coco seriam insuficientes, mas eram todo o arsenal de que Olia Ginsburg dispunha para lutar contra o inverno parisiense que naquele ano havia reinado rigoroso pelos domínios gauleses. Com estes atravessara a cidade em direção a um prédio abandonado em Pigalle, quartier do baixo meretrício, movida pelo resoluto intuito de fazer uso dos serviços de uma clínica abortiva improvisada. Imigrante russa, judia, esposa de um músico desempregado e mãe de uma menininha que já passava por privações, não via outra alternativa para a sua sobrevivência senão a interrupção da gravidez. Repassava na mente seus justos motivos no momento em que, deliberada, entrou corajosa na sala de procedimentos. Inspecionando o local viu, ao lado dos instrumentos dispostos paralelamente por sobre uma mesa de mármore, uma bacia de metal que refletia um bruxuleante e nascente raio de primavera que entrava por uma fresta da janela quebrada dias antes por uma pedra arremessada anonimamente. Inclinando-se para ver melhor, deparou-se com uma poça viscosa de uma matéria pastosa, fétida e rubra que, inclassificável, fora supostamente o produto do último procedimento realizado. A mãe de Serge Gainsbourg deu meia volta e saiu do ambiente ainda mais resolvida do que entrou. Gainsbourg devia sua vida à sujeira e ele se sabia devedor da imundície que lhe salvara a vida naquele obscuro ano de 1927.  Este é um fragmento da crônica que escrevi para o Coletivo Amalgama sobre Gainsbourg: o homem que amava as mulheres. Para ler o texto na íntegra clique aqui.

Anúncios

Sobre Pedro Gabriel

www.lituraterre.com
Esse post foi publicado em (... LITURAS PRÓPRIAS ...), Amor, Ódio e Ignorância, Cinema, Crônicas, Música e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s