Considerações Sobre a Poiesis

“Me dêem algum céu em fogo, Neve em dia de verão. Me dêem vidas em jogo. Rastros de morte no chão. Amores com ousadia. Frisson de riscos de giz. Que eu faço uma poesia. Ué, já fiz.” (Millor Fernandes, Poemeu) Há na poesia, costumava dizer Drummond, evidentemente quando vivo, o encanto de uma fantasia que se cristaliza…

Futebol dos Filósofos

Do fundo do baú do genial grupo inglês Monty Python vem essa esquete que expressa maravilhosamente o que aqui já se disse sobre o Satiricômico. Demonstra também que a bola, como já disse um jornalista, corre mais que os homens, mais que todos os homens.

Pessoa de Jobim

A Música em Pessoa, 1985, Biscoito Fino Abaixo compartilho a versão de “Do Vale a Montanha” idealizada por Jobim para o “Cavaleiro Monge” de Fernando Pessoa. É parte de um disco extraordinário da Biscoito Fino chamado “A Música em Pessoa” onde temos o prazer semi-orgástico de ouvir Jobim em Pessoa, ou seja, o piano do…

Enquanto houver Cecília…

A poesia nos espreita de perto e de longe. No caso do meu querido Quintana o vigiou desde muito cedo. Ainda quando criança a poesia o encarava do lado de fora do vidro por onde escorria a chuva que não molhou o seu rosto de menino crescido num aquário de janelas. Posteriormente o assolou nas…

A Morte do Cisne, a Morte da Arte

Le Carnaval des Animaux é uma peça de Camille Saint-Saëns datada do já distante 1886. Sua beleza que desconhece o envelhecimento a torna atualíssima e capaz de nos comover quase 150 anos depois de passado o contexto de sua produção. Talvez por não ter sido obra datada que, como o que se produz hoje sob…

Cem de Noel

Alguns afazeres mais urgentes que prazerosos me impediram de registrar merecidamente, em formato de crônica, o centenário do nascimento do meu querido Noel Rosa. Precisaria de algumas horas para esboçar com justiça como o poeta de Vila Isabel foi o responsável pelo formato do Samba tal como o conhecemos hoje e como sua vida, consumida…

Aula de Inglês (Crônica de Rubem Braga)

—  Is this an elephant? Minha tendência imediata foi responder que não; mas a gente não deve se deixar levar pelo primeiro impulso. Um rápido olhar que lancei à professora bastou para ver que ela falava com seriedade, e tinha o ar de quem propõe um grave problema. Em vista disso, examinei com a maior…

A Maldição da Letra

A letra é uma maldição. A letra e suas filhas: a literatura, a poesia, a filosofia. Juntas são um espinho cravado na carne, um colorido distinto nos olhos que nos transporta a visão sempre para o que na vida não funciona. O pequeno conto de Voltaire abaixo é muito expressivo do milenar dilema entre a…