Informe aos Lituronautas

Informo aos visitantes que acabo de localizar e consertar um erro nas entranhas dos maquinismos deste blog. Induzido pela gentileza de um dos novos lituronautas (coisa tão incomum em nossa gente mas tão habitual na colmeia dos meus nobilíssimos visitantes) que de modo muito camarada me alardeou o mal funcionamento, pude acertar os parafusos do sistema e agora já é possível novamente efetuar subscrição no blog e receber as atualizações diretamente no email. Tudo contínuo, rápido, ágil e fácil (virtudes que compõem a pobre realeza de nosso miserável tempo). Aos que anterior e mal sucedidamente tentaram efetuar a inscrição e não conseguiram, sugiro que tentem novamente. Aproveito a força da inércia rompida e peço um pouco de paciência enquanto continuo roendo o osso de minha dissertação. Agora está bem perto, em menos de um mês serei esfolado por uma banca e provavelmente renascerei como mestre com a tarefa de produzir semi-dizeres num mundo de aparências a fim de furar muros imaginários e deslocar amuros. Enquanto não retorno à praze-dangerosíssima tarefa de blogar cotidianamente, deixo um post requentado, publicado no dia dos pais e tornado atual hoje que é dia dos mortos: https://lituraterre.com/2011/08/14/poema-de-dia-dos-pais/

Anúncios

Sobre Pedro Gabriel

www.lituraterre.com
Esse post foi publicado em (... LITURAS PRÓPRIAS ...), Tempo e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s