Cem Anos de Nelson, 50 de Psicologia (por Pedro Xavier)

“Lendo os grandes escritores da literatura universal, não raro nos deparamos com personagens de quem se diz que são psicólogos. Os próprios autores o dizem, os próprios criadores desses personagens. Não que tenham sido formados na ciência psicológica, não que tenham feito qualquer espécie de graduação em psicologia. Dizer que são psicólogos é o mesmo que dizer que são figuras dotadas de sensibilidade especial para tudo o que é humano, leitores de entrelinhas, investigadores da alma – assim como esses próprios autores muitas vezes foram!

Essas reflexões vêm a própósito do seguinte: estou relendo “A vida como ela é…”, do nosso conterrâneo Nelson Rodrigues. O que vou dizer pode parecer banal, mas não é: as crônicas de “A vida como ela é…” são, realmente, histórias da vida como ela é. Não da vida como gostaríamos que fosse, senão justamente o oposto. E então pensei: tá aí, Nelson Rodrigues, um grande psicólogo. Mas não. Essa frase, antes elogiosa, hoje já não o é. É que o termo psicólogo é hoje inserido, tão logo ouvido, num outro campo semântico, bem diferente daquele de antigamente.

A culpa disso – se é que se pode falar de culpa nesse caso – não está nos ouvidos de quem escuta. O fato é que, hoje, o psicólogo não é mais um perscrutador da alma humana – digamos assim, na falta de expressão melhor. Transformou-se num replicador de técnicas, num adaptador social e, mais recentemente, num garantidor de direitos. Em que pesem as opiniões em contrário, eu preferia a antiga acepção.

Enfim, ainda procuro um elogio pro Nelson, que ele bem merece!”

[Pedro Xavier, a quem tenho o privilégio de frequentar pessoal e intelectualmente, é psicólogo, psicanalista, leitor de Dostoievski, Shakespeare, Pessoa, Drummond e (para não dizer só qualidades) ouvinte de Roberto Carlos]. 

Anúncios

Sobre Pedro Gabriel

www.lituraterre.com
Esse post foi publicado em Amor, Ódio e Ignorância, Fraternidade, Literatura, Mundo, vasto mundo... e marcado , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Cem Anos de Nelson, 50 de Psicologia (por Pedro Xavier)

  1. diegotofoli disse:

    Reblogged this on Blog do Tófoli and commented:
    tenho certo fascínio por psicologia e também gosto de nelson rodrigues, então aí vai…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s