A Gente Ainda não Sabia… (por Mario Quintana)


“A gente ainda não sabia que a Terra era redonda.
E pensava-se que nalgum lugar, muito longe,
Deveria haver num velho poste uma tabuleta qualquer
– uma tabuleta meio torta
E onde se lia em letras rústicas: FIM DO MUNDO.
Ah! depois nos ensinaram que o mundo não tem fim
E não havia remédio senão iremos andando às tontas
Como formigas na casca de uma laranja.
Como era possível,como era possível,me Deus,
Viver naquela confusão?
Foi por isso que estabelecemos uma porção de fins de mundo…”

 

Anúncios

Sobre Pedro Gabriel

www.lituraterre.com
Esse post foi publicado em Ec-sistire, Mundo, vasto mundo..., Poesia, Procura da Poesia e marcado , , . Guardar link permanente.

4 respostas para A Gente Ainda não Sabia… (por Mario Quintana)

  1. Carla Graziela disse:

    Aaaahhh…então é por isso que a gente ACABA com o mundo cada dia um pouquinho mais?

  2. Aline disse:

    A gente acaba com o mundo pela eterna necessidade que temos de renascer. Não é o fim que queremos, queremos o reinício. Belo poema e voz de Mário.

    • Pedro Gabriel disse:

      Sim Aline, esse é o supremo preço da vida. Lacan, em um de seus seminários a que ele chamou “Encore” (palavra cujo som pode significar mais ou ainda ou no corpo) diz que o amor demanda amor e não pode deixar de demandar, mais, ainda. Fala aqui sobre a errância de nossos afetos mais primordiais e embrulhados. 🙂 Bom vê-la por aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s