Passado Presente

Garimpando a mina funda do tempo a procura de alguma pepita que servisse de matéria para uma postagem me deparou com uma antiga lembrança infantil. Quando criança uma professora perguntou a toda a turma o que cada um queria da vida quando adulto. Eu, menino entre amendoeiras, em uma cidade do interior cercada por Serras recebendo de fora as notícias do grande mundo pelas bancas e o antigo cinema da cidade, não me reconhecia nas projeções do “quero ser bem de vida” dos meus colegas que, com justiça, aspiravam o conforto material. Desde pequeno não enxergava outro horizonte futuro além daquele que, com imprudente honestidade, confessei à “Tia Célia”: quando crescer quero conhecer as pessoas que escrevem os jornais, os comerciais da TV, os filmes do Rio Branco e as poesias que colocam no livro de português. Contudo, nem nos melhores sonhos, eu imaginava que seria um deles. Meu apreço aos escolhidos pela Letra, aos que silenciosamente salvam este mundo.

apos o Poetica da Criação

Anúncios

Sobre Pedro Gabriel

www.lituraterre.com
Esse post foi publicado em (... LITURAS PRÓPRIAS ...), Diário e marcado , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s