aMuro

 

“Entre l’homme et la femme, Il y a l’amour.
Entre l’homme et l’amour, Il y a un monde.
Entre l’homme et le monde, Il y a un mur.”

(Versão de Jacques Lacan, encontrada no seminário “O Saber do Psicanalista”, para o poema de Antoine Tudal. Lacan aperfeiçoa a fórmula e aprofunda o enigma permutando femme e amour)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s