A Chama (por Ascenso Ferreira)

“Na minha vida cruel e avara
és irrequieta chama clara
iluminando a solidão

Porém repara bem, repara
e vê se a  nada se compara
o imenso horror desta aflição:

Se acaricio a chama clara,
a chama queima a minha mão!”

(Por Ascenso Ferreira)

* A Chama (Narrado por Paulo Autran)

5 comentários Adicione o seu

  1. Umav Ozatroz disse:

    Fantástico!

    Taí um poeta que não conhecia e agora pretendo conhecer!

    1. Pedro Gabriel disse:

      Cara Voz Atroz
      O desconhecimento generalizado de Ascenso é uma das grandes injustiças pooéticas do nosso e de todos os tempos. Sugiro que comece sua jornada por esse volume: http://migre.me/5FbJe sua poesia quase completa editada por minha amiga Valéria. Uma belíssima edição com os desenhos originais inclusive.

  2. Umav Ozatroz disse:

    Grato. Quase consegui: entrei na Leitura ao invés da Cultura… :p

    1. Pedro Gabriel disse:

      Entre em ambas. Da leitura, aliás, não saia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s