Pastelaria (por Mário Cesariny)

Em homenagem à vida, esse imenso pastelão azedo, uma bela gargalhada em forma de poesia. PASTELARIA (por Mário Cesariny) “Afinal o que importa não é a literatura nem a crítica de arte nem a câmara escura Afinal o que importa não é bem o negócio nem o ter dinheiro ao lado de ter horas de…

Zorba: vida, morte e liberdade

Ontem, em conversa breve de corredor, uma alma generosa de fala macia tentou me consolar falando sobre o alívio que é terminar o mestrado. Posteriormente, digerindo seu convite à paciência, me recordei de uma leitura antiga que gravou na minha mente o que seria a imagem perfeita da liberdade. O fragmento é de “Zorba, o…

Os Tweets do Passarinho Quintana

  Mário Quintana é dono de uma das poesias mais satiricômicas de que se tem notícia em nosso idioma. Não à toa nasceu em numa cidade de nome “Alegrete”, que anunciava o destino incontornável de seu estilo literário. Como eu, nunca casou: dizia preferir deixar várias mulheres esperançosas do que uma única infeliz. Um modo…