Arquivo da tag: Mar Profundo

Ai de ti, ó velho mar profundo…

Após as três derrotas sofridas na concorrência por uma desejada vaga na ABL (em todas elas perdendo a indicação para poetas sem poesia pelo dedaço de algum agente político), Quintana escreve seu Poeminha do Contra. Acossado por jornalistas sem notícia … Continuar lendo

Publicado em (... LITURAS PRÓPRIAS ...), Belas Artes, Poesia | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário