Divagações Sobre o Mesmo Medo (por Alberto da Cunha Melo)

“O medo cria músculos
e sólidos ossos
nas nuvens do céu.
O medo aumenta o perigo
e diminui os homens.”

(por Alberto da Cunha Melo)

About these ads

Sobre Pedro Gabriel

www.lituraterre.com
Esse post foi publicado em Poesia e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Divagações Sobre o Mesmo Medo (por Alberto da Cunha Melo)

  1. E não há existência sem ele.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s